Itabuna: “Temos dois terço para cassar o prefeito”, garante vereador.

Foto: Andreyver Lima 

  Treze vereadores itabunenses declararam guerra a Fernando Gomes, na tarde desta segunda-feira, dia 05. A primeira derrota, o prefeito sofreu durante a sessão extraordinária que derrubou o decreto do Executivo de reajuste da passagem do transporte coletivo.

  Era necessária a presença de onze vereadores; treze compareceram e votaram por unanimidade contra o decreto: Chico Reis (presidente, do PSDB), Aldenes Meira (PCdoB), Alex da Oficina (PTC), Babá Cearense (PHS), Beto Dourado (PSDB), Charliane (PTB), Chicão (PTB), Enderson Guinho (PDT), Jairo Araújo (PCdoB), Júnior Brandão (PT), Júnior do Trator (PHS), Manoel Júnior (PV), Ninho Valete (PR).

 Não compareceram a sessão Antônio Cavalcante (MDB), Milton Gramacho (PRTB), Néu do Bar (PPS), Pastor Francisco (PRB), Robinho (PP), Ronaldão (PMN) e Zico (PTN). Ricardo Xavier, do PPS, justificou a ausência por motivo de viagem.

  O clima na sessão foi tenso e a guerra a Fernando foi declarada. “Exigimos que o prefeito respeite a Câmara. Os vereadores não são subservientes a ele e não temem ameaças de intimidação. Não temos medo de retaliações. Hoje, nós somos catorze e temos dois terços para cassar o prefeito”, disse no plenário, um vereador ao Blog do Bené.

  • Criado em .

© Copyright 2017 Blog do Bene   |   Todos os direitos reservados.