Ângela Sousa participa de audiência sobre política de regulação nos hospitais baianos

.

   A política de regulação nos hospitais públicos da Bahia esteve em pauta na Assembleia Legislativa nesta terça-feira, dia 10, em audiência pública promovida na Comissão de Saúde e Saneamento da Casa. O debate contou com a presença do secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas; da diretora da Regulação, Rita de Cássia Silva; deputados estaduais entre eles Ângela Sousa, além de especialistas do setor como o Ministério Público, Associações de Pacientes e de Classe. “Essa foi uma discussão de grande importância visto que objetivou, de forma integrada, um maior entendimento do sistema de regulação nas redes hospitalares baianas”, enfatizou Ângela Sousa.

   Fábio Vilas Boas afirmou que, com o objetivo de tornar mais ágil a regulação de pacientes em toda a Bahia, a Secretaria de Saúde tem investido, simultaneamente, na abertura de leitos, já superando a marca de 1.150 desde 2015, bem como na implantação de parques de bioimagem em onde unidades hospitalares, com ressonâncias e tomógrafos, e na informatização da Central Estadual de Regulação.

   De acordo com o secretário, infelizmente, não basta o esforço do Estado para atender toda a demanda. Faz-se necessário reduzir a necessidade de internamento. No Hospital da Costa do Cacau, por exemplo, ele pontuou que o acesso à unidade deverá ser realizado, primordialmente, a partir das unidades municipais de menos complexidade da região sul, incluindo Itabuna.

   Segundo Vilas Boas, o acesso por demanda espontânea da população será regulado por meio do acolhimento com classificação de risco. “Isso quer dizer que demandas de baixa complexidade, tipicamente de atenção básica, que não ameaçam a vida, deverão ser atendidas em unidades municipais para onde esses

  • Criado em .

© Copyright 2017 Blog do Bene   |   Todos os direitos reservados.